São Francisco e o cuidado com a Casa Comum

papa-francisco-2.png

Nas noites dos dias 1 a 3 de outubro nós refletimos sobre a vida de São Francisco ao mesmo tempo que celebramos os 5 anos da Laudato Si’, encíclica do Papa Francisco que fala, entre outras coisas, do cuidado com a casa comum.

São Francisco cuidava e amava todas as criaturas pois sabia que Deus havia pensado cada uma delas. Amando essas criaturas, ele honrava o próprio Criador de tudo. No seu cântico ao irmão Sol, podemos experimentar a comunhão de Francisco com a natureza:

Neste gracioso cântico, recordava-nos que a nossa casa comum se pode comparar ora a uma irmã, com quem partilhamos a existência, ora a uma boa mãe, que nos acolhe nos seus braços: «Louvado sejas, meu Senhor, pela nossa irmã, a mãe terra, que nos sustenta e governa e produz variados frutos com flores coloridas e verduras».¹

Queremos então trazer uma reflexão no dia de hoje:
– Como você está cuidando efetivamente da casa comum?

Para te ajudar, vamos trazer algumas dicas para por em prática no seu dia a dia, de como cuidar melhor do meio ambiente.

01- Resíduos Sólidos

Embalagem usada em 1976 que foi achada em ótimo estado em 2016, 40 anos depois.

Como reduzir a quantidade do seu lixo? Bem, temos dois caminhos principais: reduzir o consumo ou adequá-lo, e reciclar. Para reduzir o consumo vale sempre pensar e repensar na necessidade do item ou sua futilidade. Avalie o material e sua durabilidade, evitando materiais sintéticos, ou objetos de uso único. Compre de maneira consciente. Use menos descartáveis em geral (ex.: copos, pratos, canudos).

E para a reciclagem:

  • Separe o lixo seco do úmido;
  • Procure centros de reciclagem ou pessoas que vivem da coleta e direcione o material para eles;
  • Busque dentro da sua casa um novo destino para as embalagens usadas;
  • Descarte pilhas, lâmpadas e materiais eletrônicos em locais próprios para isso- alguma lojas e até supermercados oferecem o serviço;
  • Leve remédios vencidos para a farmácia, eles recolhem e dão o destino certo para o fármaco.

02- Economize

Essa é uma das dicas mais faladas, a economia de água e energia, que além de preservar o ambiente, favorece o bolso. Como nossa paróquia está situada no nordeste, esse assunto ainda ganha maior importância por termos uma reserva limitada de água. Faça sua parte.

03- Não desperdice comida

Nós sempre pensamos no irmão que passa fome, mas não enxergamos quanta comida nós desperdiçamos. 1/3 de toda a produção de alimentos no mundo acaba no lixo.

  • Aumente sua frequência no mercado, fazendo pequenas compras, de acordo com o que você e sua família de fato precisam. Evite a grande “compra do mês”, porque muitos itens acabam estragando e isso leva ao desperdício de comida no Brasil;
  • Faça uma lista de compras e se mantenha fiel a ela. Além de evitar o desperdício, reduz as compras por impulso – e faz você economizar;
  • Na hora de comprar hortaliças, legumes e frutas, dê preferência ao que é da estação e aos produtos de fornecedores locais;
  • Os alimentos com a data de validade mais próxima ficam na frente, tanto na dispensa como na geladeira;
  • Pratique o reaproveitamento alimentar: seja criativo e invente novos pratos com as sobras (risotos, sopas e aperitivos são boas ideias para aproveitar o que sobrou). ¹

Esperamos que aproveitem as dicas e busquem uma mudança de consciência diária. Escute o Boletim PNSR dessa semana na integra:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top